Dia Internacional da Mulher: números da violência são estarrecedores e muito pouco a comemorar

  Antes que o dia termine, um contingente razoável de mulheres não tem nada a comemorar neste 08 de março de 2.021. Além da pandemia do Coro...

 


Antes que o dia termine, um contingente razoável de mulheres não tem nada a comemorar neste 08 de março de 2.021. Além da pandemia do Corona Vírus que assombra o mundo e coloca o Estado de Mato Grosso com números alarmantes de pessoas contaminadas com o vírus da Covid-19, esse ‘ficar em casa’ necessário para evitar a disseminação do vírus causa uma situação não menos endêmica – a violência doméstica.

Os números que não eram baixos, só aumentam com a necessidade da convivência cotidiana das famílias como medida saneadora diante do grave cenário da pandemia, estabelece um clima de “guerra familiar”, onde a violência apresenta números crescentes na relação homem/mulher.

Nas comarcas estão os casos de desagregação e violência familiar, onde os homens atacam as mulheres e onde os desacertos terminam em agressões, sejam físicas ou verbais. E o fenômeno, negativo, ocorre em todas as camadas sociais, com pessoas das mais diferentes atividades profissionais, sejam políticos, agentes policiais, agentes públicos em nível municipal, estadual e federal, profissionais liberais e outros.

Nas redes sociais, ainda que timidamente, as informações são expostas sobre agressão familiar, mas há as relações onde a violência aparece camuflada e raramente se vê fatos relacionados a vereadores agressivos, policiais violentos que agridem a esposa, empresários que surram parceiras.

Enfim, comemorar o quê, quando nas periferias ocorrem situações graves de violência doméstica acionada pelo uso das drogas, lícitas e ilícitas.

São esses dados que precisam ser acessados através das comarcas onde tramitam dezenas e dezenas de ações judiciais, não acessíveis aos que não pesquisam e ignoram os números da violência doméstica que só aumentam nestes estressantes dias de pandemia da Covid-19.

O medo, a vergonha, a pressão econômica e outros meios de opressão nos meios familiares são fatores que contribuem para a camuflagem dos dados, muito mais elevados em relação ao que permeia na justiça, em que pese a Lei Maria da Penha. (Foto: Reprodução)

Nome

DESTAQUE,5,FATOS,8,Geral,18,IMAGENS,1,Parceiros,2,politica,28,POR LINHAS TORTAS,78,Publicidade,2,
ltr
item
NBS News: Dia Internacional da Mulher: números da violência são estarrecedores e muito pouco a comemorar
Dia Internacional da Mulher: números da violência são estarrecedores e muito pouco a comemorar
https://1.bp.blogspot.com/-GIYtkSwu0fY/YEa67I2HdpI/AAAAAAAAASQ/DvzOq5YX7bQE4nCcCQJPyrqxDOzBiwm2QCLcBGAsYHQ/s320/VD%2B1.jpg
https://1.bp.blogspot.com/-GIYtkSwu0fY/YEa67I2HdpI/AAAAAAAAASQ/DvzOq5YX7bQE4nCcCQJPyrqxDOzBiwm2QCLcBGAsYHQ/s72-c/VD%2B1.jpg
NBS News
https://www.nbsnews.com.br/2021/03/dia-internacional-da-mulher-numeros-da.html
https://www.nbsnews.com.br/
https://www.nbsnews.com.br/
https://www.nbsnews.com.br/2021/03/dia-internacional-da-mulher-numeros-da.html
true
1481088898005013608
UTF-8
Carregando posts Nenhum post foi encontrado Ver todos Leia Mais Responder Cancelar Excluir Por Inicio PÁGINAS POSTS Ver Todos RECOMENDADO PARA VOCÊ CATEGORIA ARQUIVO BUSCAR TODOS Não foi encontrado nenhuma correspondente à sua busca! Voltar ao início Domingo Segunda-feira Terça-feira Quarta-feira Quinta-feira Sexta-feira Sábado Dom Seg Ter Qua Qui Sex Sáb January February March April May June July August September October November December Jan Fev Mar Abr Mai Jun Jul Ago Set Out Nov Dez agora mesmo 1 minuto atrás $$1$$ minutes ago 1 hour ago $$1$$ hours ago Ontem $$1$$ days ago $$1$$ weeks ago more than 5 weeks ago Followers Seguir ESTE CONTEÚDO É PREMIUM Please share to unlock Copy All Code Select All Code All codes were copied to your clipboard Can not copy the codes / texts, please press [CTRL]+[C] (or CMD+C with Mac) to copy